Thursday, September 21, 2006

isso pode explicar muita coisa

Eu sempre fui insegura. Sempre tive crises idiotas puramente infantis e dependentes. Esses dias meu coração está aflito. Está pedindo por um sossego que não sou eu que posso dar. Fico achando que o mundo me odeia, que as pessoas me suportam pelo que eu signifiquei para elas durante algum tempo.
Tenho esse tipo de neurose desde que me conheço por gente, às vezes eu até estou certa. Eu não sei gritar aos quatro céus que sou livre, que sei ser feliz sozinha, que as pessoas são todas umas idiotas. Eu não sou assim.
Eu nasci com o próposito de viver pelos outros e me odeio por causa disso. Já me dei muito mal por causa disso e não foram poucas as vezes. Não vou dizer que não existem os momentos bons, porque eles existem. Há pessoas que merecem cada pedacinho desse esforço, que faz o mundo ser bom de estar. Mas aqueles poucos, que aparecem na nossa vida para dizer umas palavrinhas bonitas e depois escarrarem na nossa cara, esses nos deixam acuados.
Na mesma proporção que eu preciso das pessoas, eu tenho medo delas. Eu não preciso de muita coisa para ser feliz. Mas eu preciso de todo mundo que me rodeia e minhas expectativas são grandes. E minha insegurança maior ainda.

1 comment:

matheus said...

Fear is the path to the dark side. Fear leads to anger. Anger leads to hate. Hate leads to suffering.